Há coisas que não podem ficar entaladas cá dentro!

29
Abr 10

"Que é a vida senão uma série de loucuras inspiradas."

(George Bernard Shaw)

 

 

Chamem-me louca!!! Sou uma louca que vive cada momento e para cada momento. Todas as loucuras que fiz foram porque o meu coração pediu e a minha cabeça não interferiu. E que bom é poder seguir o coração.

Se agora estou a sorrir é porque arrisquei, e só quem arrisca pode alcançar o que deseja! Hoje posso dizer: não me arrependo do que fiz... só do que não fiz. Não me arrependo de um único segundo que gastei a viver... a desejar... a amar...

publicado por Palavras Rasgadas às 17:24
sinto-me: Louca
música: Troco tudo por um beijo - Jorge Palma

21
Abr 10

Tu estavas aqui. O meu sonho teve o poder de te transportar. Tudo em ti eram recordações que nunca desapareceram de mim: o teu perfume, a definição dos teus lábios, a textura da tua pele...

 

 Recebi-te com um abraço que espremeu uma lágrima cintilante dos meus olhos. Naquele momento consegui sorrir. Eras tu o causador do meu sorriso, a fonte de vida que me veio saciar a sede. Os teus beijos sabiam a água do mar, o mesmo sabor de quando o mar nos havia servido de refúgio.

 

Não consegui mais separar o meu corpo do teu! As nossas almas uniram-se e fizeram nossos corpos estremecer. Por momentos fomos um só. Fomos união, fomos aliança.

 

Foi nos teus braços que finalmente adormeci... Mas foi longe deles que acordei.

Um sonho não passará disso mesmo... um sonho!!!

 

 

 

 

publicado por Palavras Rasgadas às 12:16
sinto-me: A sonhar
música: Meu Mundo Inteiro - Paulo de Carvalho

12
Abr 10

"Na sua primeira paixão, a mulher ama o seu amante; em todas as outras, do que ela gosta é do amor."

George Byron

 

 

Quando o nosso coração anda em constante alvoroço, quando um simples toque é fogo, quando dois corpos se transformam num só sabemos que ali existe paixão. Arriscaria dizer que a paixão é o amor do tempo em que a juventude governa o nosso corpo.

 

Vivo esse tempo. Em mim cresce o desespero por mais de ti. Sou viciada no cheiro da tua pele e quero-te a todo o instante. Todos os minutos que gastamos são poucos para concretizar tudo o que preciso. É esta necessidade compulsiva que me liga a ti. Não quero e não preciso de partilhar uma vida contigo, preciso, sim, de contigo viver cada momento de magia. Preciso de sugar vitalidade do tu corpo!!!

 

Este é o sentimento das maiores loucuras, das maiores ansias, dos maiores desejos...

 

... quando o meu único desejo é ter-te.

 

 

 

publicado por Palavras Rasgadas às 16:50
sinto-me: Apaixonada
música: Isolados do Mundo - Iris

07
Abr 10

A morte é algo que assusta a maioria das pessoas. A mim não. Pelo menos não tenho medo de morrer. O meu maior temor é, sim, ver alguém que está proximo morrer. Ou a morrer. Somos seres dotados de sensibilidade para o bem e para o mal, e tanto temos a capacidade de amar como também temos a de sofrer por aqueles que amamos.

 

A pior experiência que tive em toda a minha vida foi sem dúvida ver alguém que eu amava ir partindo aos poucos até desaparecer quase completamente. Quase porque ela continua bem viva no amor que sinto por ela. Íncrivel como a mesma pessoa que deu vida à maior alegria que tenho é a mesma pessoa que despertou em mim os maiores sentimentos de sofrimento. Deu-me morte mas deixou-me vida! Naqueles meses também eu morri. Não a mesma morte que ma levou, ou talvez seja, mas a morte do que realmente somos feitos. A minha alma morreu durante muito tempo, e voltou a morrer noutros momentos.

 

Como muitas vezes se ouve: " a morte é o que temos de mais certo na vida". Não deixem de amar só porque um dia vão perder essas pessoas. Amem-nas o mais que conseguirem nem que seja para que essas pessoas levem um pouco do vosso amor para onde quer que vão.

 

Um dia estaremos todos juntos!

 

 

 

 

 

Dedicatória:

Quero dedicar este texto à Célia que não conseguiu falar mais alto que a morte, às pessoas que eu amo e estão a morrer da minha vida, e a uma amiga que está a passar por aquilo que mais temo e sinto-a também a morrer aos pouquinhos - "Força Majuu"

 

 

 

publicado por Palavras Rasgadas às 19:42
sinto-me: Viva!!
música: My immortal - evanescence
tags: , ,

04
Abr 10

"Existem duas tragédias na vida: uma é perder o que o nosso coração deseja, a outra é consegui-lo"

 

George Bernard Shaw

 

 

Quando perdemos aquilo, ou aqueles, que mais desejamos sobre nós cai uma nuvem negra. Mas quando o conseguimos fica-nos, por vezes, a sensação do "e agora?". Quando o conseguimos deixamos de ter a necessidade de lutar por alguma coisa. Sentimo-nos satisfeitos por um lado mas insatisfeitos por outro.

 

 

Mas se estas são as duas tragédias da vida quero ter direito às duas. Já perdi o que havia para perder! Neste momento so me resta lutar pelo que o meu coração anseia e ter o direito à tragédia de consegui-lo!  

publicado por Palavras Rasgadas às 22:53
sinto-me: Tragicamente viva
música: In the arms of an angel
tags: ,

03
Abr 10

Somos seres dotados em fazer de conta.

 

Todos os dias por algum momento fechamos os olhos e fantasiamos algo. Temos a capacidade de imaginar os mais estranhos momentos de vida, e até de morte. Nunca nos agrada por completo uma situação sem que na nossa fértil e imaginativa cabeça modifiquemos um pormenor, por minimo que seja.

O mais ridiculo é, talvez, o facto de fazermos de conta que está tudo bem ou, pelo contrário, que está tudo mal. Esta é uma capacidade que me aterroriza!

 

-"Então, como estás?"

-"Tudo bem e contigo?"

 

MENTIRA. Ninguem é capaz de durante um dia inteiro andar com um sorriso de felicidade no rosto. Há sempre uma situação que nos remoi cá dentro, uma pessoa que nos irrita, um acontecimento que nos faz franzir o nariz. E aí ainda temos a capacidade de, por vezes, esboçar um sorriso cinico. Por outro lado temos aqueles que, coitadinhos, não conseguem levantar cabeça. Mentira novamente!! Se olharmos bem para um lado ou para outro, por muito que não nos apeteça, há sempre algo que nos faz despertar uma gargalhada meio muda vinda de dentro.

 

Assustam-nos as crianças que encontram no seu mundo um "amigo imaginário" e não nos assusta o facto de compulsivamente enganarmo-nos a nós próprios com imagens falsificadas pela nossa cabeça adulta.

 

Tenho dito!

 

Agora já podem fazer de conta que não leram isto, fazer de conta que isto não vos afecta e continuar a fantasiar a vossa vida!  

 

(Retirada da Internet)

publicado por Palavras Rasgadas às 23:54
sinto-me: A fazer de conta
música: Pele - Polo Norte
tags:

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
30


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Por aqui passaram:
hospedagem
Contador de visitas grátis
blogs SAPO